Namorando um cara com baixa auto-estima

Não tenho vontade de "pegar" ninguém (🛑ALERTA DE TEXTO GRANDE🛑)

2020.09.04 04:07 Kl111w Não tenho vontade de "pegar" ninguém (🛑ALERTA DE TEXTO GRANDE🛑)

Pois é, 16 anos; e que bela bosta de 16 anos. Eu queria fazer mais uma espécie de desabafo, mas isso vou fazer em outro sub-reddit, aqui vou dar mais um resumão. Tenho problemas, na justiça com meus familiares e comigo mesmo; minha auto estima é muuuuuito baixa, e sou extremamente tímido (porém quando estou com amigos perto, eu estranhamente passo a ser extrovertido). Bom, nunca beijei ou transei, ou fiz qualquer coisa "jovem" se é que eu posso falar assim; sabe aquele cara, isolado, que fica no fundo da sala que quando você olha pra ele percebe que ele está em uma linha tênue entre prestar atenção na aula e completo desinteresse? EU sou esse cara. Bom, tenho amigos de 14 anos que já beijaram, transaram e etc..., eu sei o que você está pensando (não eles não colocam pressão em mim para eu fazer essas coisas), por incrível que pareça quem põe é minha IRMÃ; ela tem 13 anos e é a pessoa mais extrovertida que eu conheço, ela passa praticamente o dia inteiro fora de casa com amigos e etc...(moro em Portugal, é normal isso por aqui, tem uma espécie de praça gigante atrás do meu prédio), e ela já pegou não sei quantas pessoas, pra vocês terem uma ideia ela tem um fucking VÍDEO no celular dela, dela aos beijos com uma garota (minha mãe é lésbica, por isso esse tipo de coisa e conversa nunca foi tabu aqui em casa), e a mais ou menos uns 3 dias atrás ela me perguntou se eu já tinha beijado, transando e essas coisas, eu falei que não e ela começou a me zoar dizendo que eu não sei aproveitar a vida e tals; foi a mesma coisa em um aniversário passado que teve em que me foi oferecido bebida alcoólica e eu recusei, e minha irmã começou a falar pra eu passar a viver e aproveitar as coisas e etc, etc, etc...). Mas sendo sincero nessa coisa de se "pegar" e transar e tals; eu simplesmente não me vejo nesse mundo, eu vejo realmente como algo impossível pra mim, algo que eu nunca vou conseguir agarrar com as duas mãos e dizer "eu faço parte disso" (não foi uma analogia muito boa, eu sei); mas sei lá eu vejo pessoas namorando e se pegando e... sendo sincero? Parece tudo tão fútil, tudo tão superficial sem nada realmente profundo, eu não consigo explicar. Eu devo dizer que nunca genuínamente me apaixonei por alguém, nunca olhei pra uma pessoa e disse algo do tipo: "Nossa, eu quero muito pegar essa daí", não entra na minha cabeça; a única palavra que eu encontro pra definir o do porque eu não querer algo do tipo é que parece superficial, eu não sei explicar direito, desculpe. Mas eu sempre tenho mais meus olhos pra mulheres, já me perguntei se sou gay, assexual ou algo do tipo, mas eu sinto lá no fundo que não. Não sei também se é preguiça de tentar pegar alguém, ou só insegurança. Olha, acho que me empolguei um pouquinho escrevendo isso daqui, desabafar no anonimato para pessoas desconhecidas e muito emocionante kkkkk. Bom, de qualquer forma duvido que alguém tenha lido até aqui, se sim, desculpa pelo texto enorme...
submitted by Kl111w to sexualidade [link] [comments]


2019.09.15 04:33 NearllFire De menino sonhador ao fundo do poço (desculpa pelo textão)

Bom, antes de tudo queria deixar claro que meu desabafo não está relacionado à algum evento traumático ou uma situação específica, e sim ao estágio atual em que minha vida encontra-se. Quando tenho alguns lapsos de memória de infância lembro de como eu tinha entusiasmo e alegria em viver, tinha sonhos, parecia que até o dia mais comum do mundo era tão feliz, eu adorava apreciar as coisas mais simples da vida. Mas, conforme fui crescendo, toda minha inocência de criança foi sendo destruída ao perceber como as pessoas vivem de julgamentos e aparências. Cresci em uma família super protetora e que me deu certos "mimos", então lembro-me que no começo eu era uma criança extrovertida que não tinha vergonha e medo de se relacionar e falar o que vier na cabeça, porém conforme foram passando os anos e fui vendo como o mundo era diferente da criação que eu tive, fui cada vez ficando mais introspectivo e anti-social para tentar ser menos julgado possível. Aos 13 começou o sobrepeso,e ao longo da adolescência minha auto-estima foi se rebaixando cada vez mais e minha aparência piorando, todas as amizades que eu fiz na minha vida inteira até hoje partiram da atitude deles de falarem comigo, não consigo ter uma conversa minimamente interessante nem com um parente, nunca abordei uma menina e muito menos chamei pra conversar que seja no Facebook, Instagram e etc. Consequentemente nunca beijei ninguém em 20 anos, e todas aquelas amizades que fiz na escola, hoje quase todas acabaram pela distância deixando a relação ficar fria, grande parte minha culpa que só esperava as pessoas falarem comigo e nunca tinha atitude. Atualmente, estou com 120kG, desleixado, e estudo pra passar no vestibular de medicina há 3 anos (Formei em 2016), sempre fui uma pessoa que tive facilidade de aprender as coisas,me considero inteligente e sempre tirei notas altas na escola, mas nesses 3 anos por procrastinação e não conseguir render durante o ano todo não passei no vestibular até hoje (não vou mal, passaria em todos cursos mas nunca atinjo nota para medicina em um faculdade boa), não desistirei do curso, pois é meu sonho de criança e estou bem mais perto de conseguir, mas confesso que essas reprovações e o fato de não conseguir manter uma rotina devido à procrastinações quebram meu emocional. Desde meus 14 anos assisto diaramente pornografia e sempre quando estou sozinho em casa me masturbo compulsivamente ( um dos meus motivos de procrastinação), e depois por me sentir mal em ter gastado meu tempo de estudo, solto minhas frustações na comida e meu peso só aumenta. Além disso, fui percebendo que o amor que meus pais me ensinaram desde criança, foi esvairando-se, eles só estão juntos por mim e por minha irmã (5 anos mais nova), apesar deles sempre nos tratarem bem e sempre nos querer o melhor, entre eles a relação é fria, nunca vi meu pai ou minha mãe dizer "eu te amo" para o outro, ou demonstrar qualquer grau de afetividade entre eles, acho que por isso tenho tanta vergonha de expor meus sentimentos às pessoas, principalmente mulheres. Perdi a felicidade em viver, não tenho pensamentos suicidas, sou bem controlado emocionalmente e nunca vou tirar minha vida, apesar de sentir um vazio e não ver tanto sentido na vida, parece que tudo de bom que pode acontecer na minha vida traz um prazer momentâneo mas logo volta tudo a ser como antes. Minha timidez profunda não sumiu, até hoje evito de falar no telefone até pra pedir pizza, só tenho amigos no cursinho que partiram deles a atitude de falar comigo. Tenho consciência de que eu pareço ser um sociopata, por não conseguir olhar nos olhos de estranhos e recém-conhecidos, por ter vergonha extrema, não cumprimentar algum conhecido quando eles estão em grupo que eu não conheço as outras pessoas, e até ensaiar a fala pra comprar algo quando preciso falar com alguém. Desde adolescente tenho dezenas de tentativas frustadas de emagrecer (até porque minha família tb é obesa), o alto peso esgota minha energia e minha disposição, me sinto pesado, sufocado, com baixa autoestima, sei que poderia ter aparência melhor. Hoje, reativei meu facebook e vi pessoas que estudei namorando, uns trabalhando e vivendo algo diferente, enquanto eu desde que sai da escola tenho a mesma rotina, sou grato por poder estudar sem precisar trabalhar atualmente, e no futuro estudar em uma faculdade boa, e ter um bom emprego, mas é tão triste ver as pessoas mudando e eu estar estagnado nessa mediocridade, perdi inúmeras oportunidades por essa maldita timidez,desde ficar com alguma garota que estava a fim de mim, até saber a resposta de algum exercício e ter vergonha de levantar a mão e falar, até de criar atitude e fazer amizades com pessoas que eu admirava. Sou uma pessoa boa, nunca fiz mal e não destratei ninguém, quero no futuro ajudar às pessoas, mas me sinto tão perdido e me sinto mal quando invejo um cara que sei que é pior que eu (menos inteligente, aparência ruim) tendo uma vida feliz por não ter essa timidez e ansiedade que tenho. Sei que ninguém pode me me dar uma resposta mágica, mas hoje compartilhei fatos da minha vida que nunca falei pra ninguém, além disso pode ser que alguém que passou por situação similar possa me orientar em algo, não perdi as esperanças de retomar o rumo da minha vida.
submitted by NearllFire to desabafos [link] [comments]